Paranoá Esporte Clube

Paranoá conquista sua primeira vitória no Candangão BRB 2024

O Paranoá assegurou a vitória sobre o Samambaia com um gol no último minuto do jogo, marcado por Gabriel, que entrou durante a partida. Além do jogador, Agnaldo Liz também

Segunda Rodada Candangão 2024
Segunda Rodada Candangão 2024
Foto: Nyx Marketing

O Paranoá assegurou a vitória sobre o Samambaia com um gol no último minuto do jogo, marcado por Gabriel, que entrou durante a partida. Além do jogador, Agnaldo Liz também concedeu uma entrevista ao Distrito do Esporte.

A última rodada foi repleta de emoção dentro de campo, especialmente para o Paranoá. Jogando fora de casa pelo Candangão BRB 2024, a Cobra Sucuri visitou o Samambaia no Estádio Rorizão na manhã de sábado (20/1). O clube conquistou sua primeira vitória na competição local e agora ocupa a vice-liderança com quatro pontos, ficando atrás apenas do Ceilândia, que venceu as duas partidas no certame. Ao final do jogo, Gabriel e Agnaldo Liz conversaram com o Distrito do Esporte.

O Paranoá abriu o placar no início do jogo, mas viu o Samambaia empatar ainda no primeiro tempo. Após mudanças feitas pelo técnico Agnaldo Liz na segunda etapa, Gabriel entrou na partida e, no último minuto do jogo, marcou o gol da vitória da Cobra Sucuri. Durante a comemoração, o jogador recebeu um cartão amarelo ao tirar a camisa. Ao término da partida, Gabriel elogiou o grupo de atletas e focou no próximo adversário.

“Estamos treinando com muito empenho durante a semana, tanto a primeira equipe quanto os suplentes. A equipe não se forma apenas com 11 jogadores, mas sim com todo o grupo. O grupo está de parabéns; todos entraram bem. As substituições feitas pelo professor deram resultado durante o jogo. Agora é agradecer a Deus, aproveitar esses três pontos e voltar mais fortes no próximo jogo”, comentou o jogador.

Após realizar boas mudanças e alterar a postura da equipe na estreia contra o Capital, Agnaldo Liz, treinador do Paranoá, novamente fez alterações positivas durante o confronto contra o Samambaia. O técnico elogiou bastante o grupo, afirmando que os jogadores compreenderam sua abordagem. “Não credito as substituições à vitória ou derrota; são coisas normais do futebol. O que costumo dizer aos jogadores é que não são apenas os 11 titulares; eu trabalho com o grupo”, iniciou.

“Todos precisam estar preparados, e temos cinco substituições. Precisamos observar o adversário, entender o que o jogo pede. Conseguimos fazer isso em um momento crucial da partida. O time deles estava cansado, tínhamos mais posse de bola e controlamos o jogo na maior parte do tempo, desgastando o adversário. Colocamos uma linha de frente com jogadores mais jovens e descansados. Orientamos sobre a bola que poderia entrar, e ela entrou. Isso foi construído na mente dos jogadores e nos treinamentos. Essa vitória nos dá um impulso significativo para trabalharmos nesta semana e ficarmos de olho no próximo adversário”, concluiu o treinador. O próximo desafio do Paranoá no Candangão BRB é no sábado (27/1), contra o Ceilandense, no Estádio Defelê, às 15h30.

Na manhã de sábado (20/1), o Paranoá enfrentou o Samambaia no Estádio Rorizão. Em uma ensolarada manhã em Samambaia, a Cobra Sucuri venceu o Cachorro Salsicha com um gol de Gabriel nos últimos minutos.

PRIMEIRO TEMPO O início do jogo no Rorizão foi movimentado. As duas equipes se estudaram nos primeiros minutos até que, aos cinco minutos, Wisman recebeu uma bela bola fora da área e finalizou de pouco antes da meia-lua, sem chances para o goleiro Samuel, abrindo o placar para a Cobra Sucuri.

Após marcar, o Paranoá diminuiu o ritmo e permitiu que o Samambaia assumisse o controle da partida. Criando muitas oportunidades pelas alas ofensivas, o Cachorro Salsicha não conseguiu converter suas boas chances em gol.

Com o domínio do jogo, o gol do Samambaia era uma questão de tempo, e não demorou para acontecer. Após uma dividida na defesa, o Cachorro Salsicha saiu em contra-ataque com Luquinhas na ponta esquerda, que levou a bola até perto da grande área e tocou para o camisa 9, Gabriel. O atacante recebeu a bola e, com calma, ajeitou e finalizou no canto esquerdo do goleiro Alexandre, empatando o jogo para o Samambaia aos 22 minutos.

Com o placar igual, as duas equipes adotaram um estilo de jogo mais cauteloso, resultando em poucas chances claras de gol durante a segunda metade do primeiro tempo. Assim, o final da primeira etapa no Estádio Rorizão foi mais calmo, com as equipes estudando-se mutuamente em um jogo aberto, mas sem oportunidades claras de gol.

SEGUNDO TEMPO A segunda etapa entre Sucuri e Cachorro Salsicha começou intensa, com ambas as equipes buscando ampliar o placar. Nos primeiros minutos, o Samambaia criou uma excelente chance em uma bola que sobrou na pequena área, mas o goleiro Alexandre ficou com a bola.

Ao longo do jogo, até a metade do segundo tempo, as equipes buscaram o gol com intensidade. O Samambaia foi mais convincente em suas oportunidades, criando algumas boas chances na primeira metade. Já o Paranoá chegou algumas vezes, mas muitos ataques foram frustrados por impedimentos.

Na segunda metade, logo após a parada técnica, o Paranoá teve sua melhor chance até então. Após recuperar a bola no meio-campo, a Cobra Sucuri iniciou um bom contra-ataque, e o atacante Valter Bala finalizou de fora da área, mas o goleiro Samuel defendeu.

Ao contrário do primeiro tempo, as substituições feitas pelo técnico Agnaldo Liz surtiram efeito. O Paranoá passou a pressionar mais e criou oportunidades, mas o goleiro Samuel, do Samambaia, defendeu bem. No último minuto do jogo, em um contra-ataque aos 49 minutos, Gabriel, que

plugins premium WordPress